Configurar os registros do Gmail no BigQuery

Este recurso só está disponível no G Suite Enterprise e no G Suite Enterprise for Education. Apenas os usuários que têm uma dessas licenças podem usar o recurso. É possível atribuir licenças a usuários específicos, a todos em uma unidade organizacional ou a todas as pessoas da sua conta do G Suite. Saiba mais sobre como o licenciamento funciona.

Antes de começar

Antes de configurar os registros do Gmail com o BigQuery, conclua estas etapas no Google Cloud:

  1. Encontre um projeto ativo do BigQuery para usar ou crie um projeto.

    Observação: se você não tiver uma conta do BigQuery, configure uma avaliação gratuita para testá-lo.

  2. Acesse a página IAM e Admin do seu projeto. 
  3. Adicione um editor de projeto para o projeto. O editor configura o projeto do BigQuery no Admin Console do G Suite.
    • Na parte superior da página, clique em ADICIONAR.
    • Em Novos membros, digite o ID do usuário do editor de projeto.
    • Em Selecionar um papel, selecione Projeto e depois Editor.
    • Outra opção é clicar em ADICIONAR OUTRO PAPEL para adicionar a mesma pessoa como proprietário do projeto. Basta selecionar Projeto e depois Proprietário.
    • Clique em Salvar.

Observação: o VPC Service Controls precisa estar desativado no projeto do BigQuery para o Gmail exportar dados para o BigQuery. A configuração "desativado" é padrão. 

Atribuir registros do Gmail a um conjunto de dados do BigQuery

Os registros do Gmail armazenam informações para cada estágio de uma mensagem no processo de entrega do Gmail.

Para analisar o fluxo do Gmail pelo processo de entrega, atribua registros do Gmail a um conjunto de dados em um projeto do BigQuery. Depois de atribuir esses registros, você poderá analisar os relatórios.   

Observação: os registros de e-mail criados antes da configuração dos Registros de e-mail no BigQuery não podem ser exportados para o BigQuery.

  1. Faça login no Google Admin Console.

    Faça login com sua conta de administrador (não termina em @gmail.com).

  2. Na página inicial do Admin console, acesse Apps e G Suite e Gmail e Configurações avançadas.

    Dica: para ver "Configurações avançadas", role até a parte inferior da página do Gmail.

  3. Em Configurações gerais e Configuração, acesse Registros de e-mail no BigQuery e clique em Configurar.
  4. Na janela Adicionar configuração, digite uma descrição.
  5. Selecione o projeto do BigQuery que será usado para os registros do Gmail. Selecione um projeto com acesso de gravação. 
  6. Digite o nome do conjunto de dados que armazenará os registros do Gmail. 
  7. Clique em Adicionar configuração para retornar à página de configurações e clique em Salvar.

    Observação: se aparecer uma mensagem de erro, clique novamente em Adicionar configuração. Talvez seja necessário acessar o console do BigQuery e remover o conjunto de dados criado anteriormente.

  8. Após salvar as configurações, volte para o projeto do BigQuery. Agora o projeto tem um conjunto de dados com as seguintes informações: 
    • Os papéis padrão: proprietários, editores e visualizadores do projeto
    • Quatro contas de serviço designadas como editores de conjuntos de dados: 
      gmail-for-work-logs-writer1@system.gserviceaccount.com: grava os registros. 
      gmail-for-work-logs-writer2@system.gserviceaccount.com: grava os registros.
      gmail-for-work-logs-recoverer@system.gserviceaccount.com: restaura automaticamente a tabela de modelos, caso ela seja acidentalmente removida. 
      gmail-for-work-logs-schema-updater@system.gserviceaccount.com: atualiza o esquema depois.

      Observação: não remova essas contas de serviço nem altere os respectivos papéis. Essas contas são obrigatórias.
  9. Para verificar se elas foram adicionadas, passe o cursor perto do novo conjunto de dados e clique em Abaixo ao lado do nome dele.
  10. Clique em Compartilhar conjunto de dados. Registros de e-mail diários agora são exportados para o BigQuery. As alterações podem levar até uma hora para entrar em vigor.

Tabela daily_

Depois que você ativa os registros de e-mail no BigQuery, uma nova tabela chamada daily_ é adicionada ao conjunto de dados. Essa tabela é um modelo do esquema das tabelas diárias. Depois que você criar o modelo daily_, as tabelas diárias serão criadas automaticamente no seu conjunto de dados. Agora os registros estão disponíveis para uso. 

O que você precisa saber sobre a tabela daily_:

  • Ela fica sempre vazia e nunca expira. 
  • Não remova, modifique, renomeie ou adicione dados a essa tabela.
  • Use o fuso horário GMT para definir a linha de alteração da data. 

Consultas de registro do Gmail

Exemplo de consultas

Teste algumas consultas de exemplo com os registros do Gmail no BigQuery. Os exemplos são casos de uso comuns de registros do Gmail.

Consultas personalizadas

Crie suas próprias consultas personalizadas usando o esquema para registros do Gmail no BigQuery.

Dialetos SQL para consultas

O BigQuery é compatível com dois dialetos SQL para consultas

Expiração do sandbox

O prazo de expiração dos seguintes objetos do sandbox do BigQuery é de 60 dias:

  • Tabelas
  • Partições
  • Partições em tabelas particionadas
  • Visualizações

Você pode alterar o tempo de expiração da tabela padrão.

Se uma tabela expirar ou for removida, ela poderá ser restaurada em até dois dias.

Isso foi útil?
Como podemos melhorá-lo?